Você já ouviu falar sobre pectus?

Talvez você já tenha visto indivíduos com os chamados “peito de pombo” ou “peito de sapateiro”, que são os tipos de pectus mais comuns. Em linhas gerais, este problema caracteriza-se por deformidades que ocorrem na parede do tórax devido a um crescimento anormal das cartilagens das costelas.O pectus atinge menos de 1% da população mundial e é mais comum no sexo masculino.

O diagnóstico, na maioria das vezes, é visivelmente identificado pelo médico especialista, mas ele também pode solicitar exames complementares para definir o plano terapêutico, como raio-x, tomografia, eletrocardiograma etc.

Pectus Excavatum
E sse é o tipo de deformidade mais comum. É uma depressão do esterno e das costelas para dentro do tórax. Habitualmente, a segunda costela, a segunda cartilagem costal e o manúbrio (parte superior do osso esterno) são normais.

Pectus Carinatum
é o deslocamento do osso esterno e das costelas para a frente, dando o aspecto de “ peito de pombo”. É menos frequente que o excavatum e atinge mais os homens que as mulheres.