Hiperidrose é uma condição médica em que a pessoa sua excessivamente e de forma imprevisível. Pessoas com hiperidrose podem suar mesmo quando a temperatura está baixa ou quando estão descansando.

Causas

Suar ajuda a manter o corpo frio. Todas as pessoas suam, especialmente em dias em de temperaturas muito altas, após exercícios físicos ou durante uma situação estressante, que deixe a pessoa muito nervosa, com raiva, envergonhada ou com medo.

No entanto, o suor excessivo também pode ocorrer em outras situações. Pessoas com hiperidrose parecem ter glândulas sudoríparas superativas. O suor incontrolável pode levar à sensação de desconforto significativo, tanto físico como emocional.

Quando o suor em excesso afeta as mãos, pés e axilas, é chamado de hiperidrose primária ou focal. A hiperidrose primária afeta de 2% a 3% da população. Ainda assim, menos de 40% dos pacientes com essa condição busca auxílio médico. Na maioria dos casos de hiperidrose primária, nenhuma causa é encontrada, o que leva os médicos a acreditarem que trata-se de um problema hereditário.

Se a sudorese ocorre como resultado de outra condição médica, é chamada hiperidrose secundária. O suor pode ocorrer em todo o corpo ou em apenas uma área. Entre as condições que podem causar hiperidrose secundária estão:

  • Acromegalia
  • Condições associadas à ansiedade
  • Câncer
  • Síndrome carcinoide
  • Determinados medicamentos e substâncias de abuso
  • Distúrbios de controle de glicose
  • Doença cardíaca
  • Hipertireoidismo
  • Doença pulmonar
  • Menopausa
  • Doença de Parkinson
  • Feocromocitoma
  • Lesão na medula espinhal
  • Derrame
  • Tuberculose ou outras infecções

Buscando ajuda médica

Consulte um médico se você apresentar:

Suor prolongado, excessivo e sem explicação
Sudorese com ou seguida de dor ou pressão no peito
Sudorese com perda de peso
Sudorese que ocorre mais frequentemente durante o sono
Suor com febre, perda de peso, dor no peito, falta de ar ou taquicardia – esses sintomas podem ser um sinal de uma doença subjacente, como o hipertireoidismo

Na consulta médica

Especialistas que podem diagnosticar hiperidrose são:

  • Clínico geral
  • Dermatologia
  • Endocrinologia
  • Neurologia
  • Psiquiatria
  • Psicologia
  • Oncologia
  • Infectologia
  • Pneumologia
  • Urologia
  • Ginecologia

Estar preparado para a consulta pode facilitar o diagnóstico e otimizar o tempo. Dessa forma, você já pode chegar à consulta com algumas informações:

Uma lista com todos os sintomas e há quanto tempo eles apareceram
Histórico médico, incluindo outras condições que o paciente tenha e medicamentos ou suplementos que ele tome com regularidade
Se possível, peça para uma pessoa te acompanhar

O médico provavelmente fará uma série de perguntas, tais como:

Você sua com muita frequência?
Você sua em grandes quantidades?
Quais situações costumam provocar maior quantidade de suor?
Você já foi diagnosticado com alguma outra condição de saúde? Qual?
Quanto os sintomas surgiram?
O suor começa subitamente?

Diagnóstico de Hiperidrose

O diagnóstico é clínico e baseado nos sintomas e em uma série de questionamentos que são feitos aos pacientes. O médico avaliará a possibilidade da hiperidrose estar relacionada a doenças mais graves.
Tratamento e Cuidados
Tratamento de Hiperidrose

O tratamento para suor excessivo causado por hiperidrose costuma ser clínico ou cirúrgico. Nos casos mais leves, podem ser indicados medicamentos orais e de uso tópico. A aplicação de botox também ajuda a controlar a sudorese.

Quadros mais graves, porém, podem exigir intervenção cirúrgica. Nelas, ocorre a retirada das glândulas sudoríparas das axilas, ou de gânglios da cadeia simpática (simpatectomia).

Referências

Ministério da Saúde

Sociedade Brasileira de Dermatologia